A prensa dobradeira não sobe: Guia de resolução de problemas

Contacte-nos
Temos mais de 20 anos no fabrico de prensas hidráulicas de travagem, cisalhamento e máquina de corte a laser de fibra. Obtenha agora um orçamento instantâneo para os seus projectos de fabrico de chapa metálica!
Obter Citação GRATUITA
Data de publicação: 23 de janeiro de 2024

I. Introdução

Sendo um equipamento essencial, o freio de imprensa desempenha um papel fundamental no fabrico de chapas metálicas. Foi concebida principalmente para obter uma dobragem e conformação precisas de chapas metálicas.

É amplamente utilizado em várias indústrias de maquinaria de precisão, como a indústria automóvel, aeroespacial, de fabrico de aparelhos eléctricos, etc., o que pode garantir a precisão dos produtos e a eficiência da produção.

No entanto, há sempre o problema de a prensa dobradeira não subir, o que perturba muitas empresas de chapas metálicas.

Este problema pode não só causar a estagnação da produção e atrasos na entrega, mas também afetar diretamente a qualidade da peça, aumentando os custos de reparação desnecessários e as perdas de produção.

A nossa passagem tem como objetivo oferecer um guia de resolução abrangente para esta questão problemática.

Analisaremos as várias razões pelas quais a prensa dobradeira não sobe e combinaremos o conhecimento abundante em chapa metálica, desde a manutenção do equipamento e os regulamentos de funcionamento até à resolução de problemas de avaria, para falar sobre como resolver este problema, tornando o funcionamento estável e eficiente e o procedimento geral suave e eficaz.

II. Compreender os travões de pressão

Componentes básicos de uma prensa dobradeira

A prensa dobradeira é composta principalmente pelos seguintes componentes básicos: estrutura da carroçaria, sistema hidráulico, sistema de controlo elétrico, dispositivo de medição da retaguarda, ferramentas (punção superior e matriz inferior) e mesa de trabalho.

A estrutura da carroçaria é a estrutura básica do equipamento, o sistema hidráulico é responsável pela pressão exigida pela dobragem, o sistema de controlo da eletricidade pode garantir a precisão e o grau de automatização do funcionamento do equipamento.

O calibre traseiro é concebido para posicionar a chapa, e as ferramentas determinam a forma e o tamanho da peça de trabalho, enquanto a bancada de trabalho é concebida para suportar e fixar a chapa a ser processada.

componentes da prensa dobradeira

Como funcionam as prensas de travões no fabrico de metais

No processamento do fabrico de metal, o travão de prensa desempenha um papel importante, que é assistido por uma forte pressão hidráulica, e pode dobrar com precisão a folha de metal plana nas formas 2D ou 3D necessárias através do ajuste do ângulo e da distância entre a matriz superior e inferior, alcançando o processamento de formação altamente eficiente dos componentes.

Este processo é de importância decisiva para o fabrico de várias chapas metálicas, como caixas, conchas e suportes.

Importância da manutenção da prensa dobradeira

A estabilidade e a vida útil da prensa dobradeira são determinadas principalmente pela manutenção diária.

Trabalhos como a lubrificação regular, a limpeza, a verificação e a substituição de componentes abrasivos podem evitar eficazmente situações de mau funcionamento. A ocorrência não aumentará devido ao envelhecimento, à abrasividade, ao bloqueio, etc.

Além disso, os bons hábitos de manutenção podem garantir a precisão da prensa dobradeira, reduzir os erros de produção, melhorar a qualidade da produção, prolongar a vida útil do equipamento e reduzir o tempo de inatividade e os custos de manutenção, o que é benéfico para a produção consistente e altamente eficiente das empresas.

III. Problemas comuns nas operações de prensagem a frio

Visão geral dos problemas comuns da prensa dobradeira

São muitos os problemas que ocorrem no funcionamento da prensa dobradeira, incluindo erros de precisão devidos à falta de pressão do sistema hidráulico, ao desgaste das ferramentas ou à sua instalação incorrecta, bem como à incoordenação dos movimentos, à posição incorrecta do indicador de retorno devido a um mau funcionamento do sistema de controlo elétrico.

A nossa passagem centra-se principalmente numa das situações mais comuns: o travão de pressão não sobe.

Quando a prensa dobradeira não sobe, isso pode ser causado por um dos principais procedimentos na etapa interna do equipamento.

Este problema leva à paragem de todo o processo de processamento de chapas metálicas, afectando gravemente a eficiência e a qualidade da produção.

Diagnóstico inicial: Passos para avaliar o problema

É fundamental proceder ao diagnóstico inicial de que a prensa dobradeira não sobe. O operador deve solucionar o problema de acordo com os seguintes procedimentos:

Verificar se o nível de óleo do sistema hidráulico é comum ou não e se há fugas de óleo ou bloqueios de óleo.

Assegurar que o fornecimento de energia e a transmissão de sinais do sistema de controlo elétrico são correctos ou não. Verificar a situação de funcionamento dos respectivos botões, interruptores e contactos.

Observar e testar se o equipamento apresenta ruídos ou vibrações anormais para verificar se o componente mecânico está danificado ou preso.

Problemas mecânicos vs. problemas eléctricos

A razão para "o travão de prensa não sobe" pode ser dividida em dois tipos principais: problemas mecânicos e eléctricos.

Um problema mecânico tem a ver com os componentes gastos, rasgados ou bloqueados, como cilindros hidráulicos, pistões, bielas, rolamentos, etc., e com a falha dos vedantes e o bloqueio do circuito de óleo no sistema hidráulico.

Os problemas eléctricos resultam da avaria de componentes eléctricos, como um controlador, motor, relé, sensor ou mau contacto, curto-circuito, circuito aberto, etc., na linha de alimentação.

Precauções de segurança

Assegurar a segurança é uma prioridade em relação a outras tarefas nos procedimentos de resolução de problemas da prensa dobradeira. O operador deve obedecer aos regulamentos de trabalho relacionados.

Por exemplo, como verificar a parte eléctrica num estado de falha de energia, como utilizar ferramentas especializadas para tocar diretamente nos componentes do movimento em vez de usar os dedos e definir os sinais de aviso antes da reparação para evitar que outras pessoas operem incorretamente.

Só o cumprimento das normas de segurança pode resolver o problema de forma eficaz e garantir a segurança do operador e do equipamento.

IV. Causas e soluções mecânicas

Avarias no sistema hidráulico

bomba de óleo
  1. Fuga de óleo hidráulico: a fuga de óleo hidráulico pode ser causada por vedantes gastos ou danificados. A verificação e substituição regulares dos vedantes e a manutenção do óleo hidráulico limpo são fundamentais. Se for detectada uma fuga, repare-a imediatamente e certifique-se de que o óleo hidráulico é adicionado corretamente.
  2. Bomba hidráulica: a bomba hidráulica é o coração do sistema hidráulico. A avaria pode resultar do desgaste da bomba ou da falta de pressão. Verificar regularmente o estado da bomba hidráulica, substituir os componentes quando necessário e assegurar que a pressão está dentro dos limites normais.
  3. Linha hidráulica bloqueada: a linha hidráulica bloqueada afecta o fluxo do fluido, o que resulta numa diminuição do desempenho da máquina. A limpeza e a manutenção regulares da linha hidráulica garantem a fluidez do fluido hidráulico.

Falhas mecânicas

  1. Problema da haste de dobragem: a haste de dobragem da prensa dobradeira suporta grande pressão e tensão. A abrasividade e os danos da vareta conduzem provavelmente a uma dobragem imprecisa. Verifique regularmente a haste de dobragem, certificando-se de que está em boas condições, e substitua-a quando necessário.
  2. Falha do carneiro e da calha de guia: o carneiro e a calha de guia são peças importantes da prensa dobradeira, responsáveis por manter o material estável. Os danos ou a lubrificação incorrecta podem levar ao bloqueio do êmbolo ou ao deslocamento da calha. A lubrificação regular e a verificação do estado do carneiro e da calha de guia são a chave para a prevenção do problema.
  3. Falha de componentes eléctricos: as falhas mecânicas estão provavelmente relacionadas com componentes eléctricos, como motores, sensores ou controladores. Verifique regularmente a conetividade e o estado do sistema elétrico, assegurando que todo o funcionamento é normal.

Dicas de manutenção regular

  1. Verificação regular: estabelecer um plano de verificação regular da máquina, incluindo o sistema mecânico, os componentes mecânicos e o sistema elétrico. A deteção precoce do problema e a sua reparação imediata podem evitar falhas em grande escala.
  2. Limpeza e lubrificação: manter a máquina limpa e lubrificar regularmente o sistema hidráulico e os componentes mecânicos para evitar a fricção e a abrasão.
  3. Formação do operador: garantir que os operadores aceitam a formação adequada, conhecem o movimento normal da máquina e as possíveis situações de falha, e sabem como adotar as abordagens adequadas.

V. Causas e soluções eléctricas

Falhas nos componentes eléctricos

  1. Problemas com o cabo e a cablagem: o cabo pode estar partido, mal ligado ou danificado, resultando num mau funcionamento elétrico. Verificar a integridade do cabo e do fio, assegurando a sua ligação segura sem desgaste ou danos.
  2. Envelhecimento dos componentes eléctricos: A utilização prolongada e a abrasividade podem levar ao envelhecimento dos componentes eléctricos, tais como relés, interruptores e fichas de cabos. Verifique o estado dos componentes eléctricos e substitua os que estão envelhecidos, se necessário.
  3. Problema de alimentação: os problemas de alimentação, como a instabilidade da tensão ou a sobrecarga de corrente, provocam falhas eléctricas. Certifique-se de que todo o equipamento pode ser ligado a uma alimentação estável e utilize o equipamento de proteção de energia de acordo com as suas necessidades.

Resolução de problemas eléctricos

Desligar e garantir a segurança: a alimentação eléctrica deve ser cortada antes da manutenção de quaisquer problemas eléctricos para garantir a segurança dos operadores.

Julgamento preliminar: julgar a área provável do problema preliminarmente de acordo com o fenómeno de falha (equipamento que não arranca, movimento anormal, exibição de alarme).

Verificação pormenorizada: verificar em pormenor a área provável de avaria. Verificar se o conetor está solto, se o cabo está danificado e se os interruptores, relés, contactores e outros componentes estão intactos.

Testar e verificar: utilizar as ferramentas de teste para testar os componentes suspeitos, individualmente ou em combinação, para garantir a origem da falha.

Reparação e substituição: uma vez encontrado o ponto de avaria, reparar ou substituir os componentes eléctricos danificados em tempo útil e restabelecer o funcionamento normal do sistema.

Manutenção eléctrica preventiva

  1. Verificação regular: estabelecer um plano para verificar o estado dos componentes eléctricos, incluindo o cabo, a ficha, o relé e o interrutor.
  2. Limpeza e manutenção: manter os componentes eléctricos limpos e evitar a acumulação de detritos ou poeiras. Limpar o cabo, as fichas e os contactos do relé.
  3. Formação eléctrica: oferecer formação eléctrica básica aos operadores, fazendo-os reconhecer os problemas eléctricos comuns e adotar as abordagens adequadas.

VI. Erros de software e do sistema de controlo

Identificação de problemas relacionados com o software

  1. Interface de funcionamento anormal: se a interface de funcionamento da sua prensa dobradeira apresentar informações anormais ou falsas, pode tratar-se de um fenómeno óbvio de problema de software.
  2. Sistema de controlo em reação: quando o equipamento é ligado ou desligado, se o sistema de controlo não reagir ou reagir lentamente, isso pode ser causado por uma falha de software.
  3. Saída instável: saída anormal, como ângulo de curvatura ou dimensão instáveis, que pode resultar do sistema de controlo ou do software.

Reposição e atualização dos sistemas de controlo

  1. Reiniciar o sistema: tente reiniciar o sistema de controlo, o que pode ser conseguido fechando a alimentação, aguardando alguns minutos e reiniciando. Isto pode resolver alguns problemas imediatos.
  2. Atualizar o software: verifique se existe software disponível para ser atualizado. Normalmente, o fabricante lança versões de software corrigidas e melhoradas. Os problemas conhecidos podem ser resolvidos através da atualização.
  3. Restaurar as predefinições: se o problema do software não puder ser resolvido, o sistema de controlo pode ser restaurado para as predefinições de fábrica e reiniciado.

Quando procurar ajuda profissional para problemas de software

  1. Os problemas não podem ser resolvidos: se os problemas persistirem depois de tentados os procedimentos acima referidos, poderá ser necessário recorrer ao apoio do fabricante ou de um profissional.
  2. Problema de segurança: se o problema de software ameaçar a segurança dos operadores ou partir o equipamento, o equipamento não deve ser utilizado e é necessária assistência.
  3. Pessoal de manutenção autorizado: é melhor ligar o pessoal de manutenção autorizado ou as equipas de apoio à técnica de fabrico para tratar dos problemas de software ou do sistema de controlo quando as competências e conhecimentos relevantes são escassos.

VII. Técnicas avançadas de resolução de problemas

freio de imprensa

Utilização de ferramentas de diagnóstico

Ferramentas de diagnóstico de hardware: como osciloscópios portáteis, multímetros digitais e câmaras termográficas de infravermelhos, podem ser utilizadas para medir parâmetros eléctricos como tensão, corrente e frequência, e verificar o estado de movimento do circuito. Entretanto, as câmaras de imagem térmica podem refletir a febre do equipamento, ajudando a descobrir sobreaquecimento ou má dissipação de calor.

Sistemas de diagnóstico por software: muitas prensas dobradeiras e equipamentos de chapa metálica modernos estão equipados com software de diagnóstico de avarias internas, que pode monitorizar o estado do sistema e registar códigos falsos. O operador pode posicionar rapidamente o ponto potencial de falha lendo códigos falsos e informações de aviso, e combinando o manual do equipamento para fazer a análise preliminar.

Ferramentas de diagnóstico da Internet e da comunicação: no caso do equipamento que adopta um sistema de controlo digital e utiliza ferramentas especializadas de diagnóstico da Internet para verificar a estabilidade das ligações de comunicação, assegurando que os dados do controlador, do sensor e do condutor transformados são anormais.

Serviço de diagnóstico remoto: alguns equipamentos de alta tecnologia oferecem uma função de diagnóstico remoto, permitindo que os colegas de equipa da técnica de fabrico estejam diretamente ligados ao sistema de controlo do equipamento através da Internet, verificando o estado do equipamento, os ficheiros de registo e os dados em tempo real à distância, obtendo um posicionamento rápido e preciso das questões.

Consultoria de suporte técnico

  1. Questões complexas: se a questão for muito complexa e ultrapassar a sua esfera tecnológica, é melhor consultar o apoio técnico ao fabrico e o pessoal de manutenção profissional.
  2. Dentro da garantia: se o equipamento ainda estiver dentro da garantia, é melhor procurar o fabricante para obter assistência, para se certificar de que os problemas podem ser resolvidos dentro da garantia.
  3. Questões de segurança: se a questão estiver relacionada com a segurança do equipamento, tais como problemas eléctricos ou problemas mecânicos, pode levar ao perigo. Parar imediatamente o equipamento e procurar ajuda profissional.
  4. Aconselhamento profissional: se os problemas persistirem após a experimentação dos métodos, consulte o apoio profissional para obter aconselhamento e soluções.

VIII. Conclusão

A nossa passagem aborda em profundidade a resolução de problemas e a otimização do desempenho da prensa dobradeira e do equipamento de chapa metálica, dando ênfase à análise dos problemas e soluções comuns do sistema hidráulico, do equipamento mecânico, do sistema elétrico e do controlo de software.

Através da manutenção do bom estado do equipamento e das competências técnicas de alto nível do operador, é possível minimizar em grande medida o tempo de inatividade, reduzir os custos de reparação e melhorar a estabilidade e a competitividade.

Assim, investir na manutenção e na formação é a chave para garantir o bom funcionamento da prensa dobradeira e do equipamento de chapa metálica.

Bem-vindo ao navegar no sítio Web oficial da máquina-ferramenta ADH para pesquisa de informações e compra de máquinas.

Contacte-nos
Não tem a certeza de qual é a máquina certa para o seu produto de chapa metálica? Deixe a nossa experiente equipa de vendas guiá-lo na selecção da solução mais adequada às suas necessidades.
Pergunte a um especialista
Política de PrivacidadeTermos
Direitos de autor © 2024